Christian Dior, Estilista-Perfumista

Em 1947 Christian Dior proclamou seu desejo de ser um perfumista assim como era um estilista: ele criou Miss Dior, seu primeiro perfume, ao lado de sua primeira coleção de moda. Apaixonado por flores, ele esboçou os contornos de um verdadeiro estilo de perfumes da Dior, respirando neles toda a modernidade caracterizada em suas criações.

Christian Dior, Estilista-Perfumista

12 de fevereiro de 1947.Em seu salão, avenue Montaigne 30, Christian Dior apresentou sua primeira coleção. Suas criações sensuais celebraram a feminilidade triunfante: este foi o nascimento de uma revolução, batizada de New Look. Para acompanhar esses looks modernos, o estilista comissionou o perfumista Paul Vacher para criar uma fragrância moderna e sofisticada: "Faça um perfume que exale amor", pediu. Pulverizou abundantemente o salão no dia do desfile, Miss Dior se tornou o perfume do New Look. Este elegante chipre verde - um equilíbrio sutil de frutas cítricas, flores e patchouli - expressa uma nova feminilidade, livre e independente, capaz de se libertar dos códigos tradicionais.

"Eu me sinto tanto um estilista quanto perfumista" Christian Dior

Christian Dior, um apaixonado por flores

Muito cedo, Christian Dior desenvolveu uma paixão por flores. Quando criança, aprendeu seus nomes latinos, criou seus herbários e passou muitas horas no jardim de rosas da família em Granville. Tendo se tornado um estilista, ele inspirou-se em flores ao projetar as silhuetas do New Look. Ele adornou mulheres com corolas de dança e deu a muitos vestidos os nomes das flores. O estilista usou um ramo de lírio do vale na lapela em cada desfile e ele também  costurou nas bainhas de seus vestidos pra dar sorte.



"A outra noite eu sonhei que eu era um garotinho de novo e voltei para Granville com a minha mãe (...) saímos juntos do outro lado da entrada, de frente para minhas rosas, de frente para todos os aromas de flores, das mulheres do meu patrimônio encantado" Christian Dior

A FLOR NO CORACÃO DOS PERFUMES DE DIOR
Uma fonte inesgotável de inspiração para o designer, triunfo das flores, sobretudo, na composição de suas fragrâncias. Já em 1947, com seu coração rosa e jasmim, Miss Dior expressa a essência e estilo de fragrâncias da marca. Um jardineiro talentoso, Christian Dior conhecia todos os segredos das flores. Para seus perfumes ele exigiu qualidade e nobreza, selecionado as colheitas e escolheu a mais pura das absolutas. Sua filosofia e padrões elevados vêm sendo mantidos pela Dior desde então.

FRAGRÂCIAS OUSADAS
Em 1947 Christian Dior marcou o seu desejo de demonstrar tanta ousadia na criação de seus perfumes, como para o projeto de suas roupas. O designer moderno demonstrou muita imaginação na criação de suas fragrâncias e cercou-se dos melhores perfumistas, a fim de fornecer aos perfumes Dior, desde o início, a aura de modernidade que ainda desfrutamos hoje.

"Depois das mulheres, as flores são a criação mais divina." Christian Dior

A assinatura olfativa dos perfumes da Dior

Perfumes da Dior ainda representam todas as paixões do estilista que fundou a etiqueta. Amor às flores de Christian Dior levou naturalmente à criação de inúmeras fragrâncias com um coração floral. Esta proliferação de flores se tornou característica dos perfumes da Dior. O estilista que criou o New Look projetou de forma estruturada, a fim de embelezar figuras femininas. Ele projetou seus perfumes da mesma forma, trabalhando em sua construção como se fosse o mais belo dos vestidos da noite. O último acessório, o toque final para um look, o perfume é construído com a mesma precisão e excelência exigida da Haute Couture.