O universo Fahrenheit

Fahrenheit anunciou a nova visão da virilidade: um homem livre em sua busca por significado e pelo infinito, aberto ao mundo e a natureza.

INSPIRAÇÃO

É o choque das ondas que criam as lendas...
Qualquer fragrância que se tornou um grande clássico primeiro foi uma revolução, um choque.
Fahrenheit foi criado em 1988, um bonito e olfativo alien no universo das fragrâncias masculinas.
Encorporando o verdadeiro espírito pioneiro de Dior, Fahrenheit entrou em um território inexplorado por uma frâgrancia: a terra dos sonhos, da fantasia, em busca de novos desafios.
Diante da imensidão da natureza e seu poder desenfreado, um forte caráter masculino surgiu sem esforço.
Ainda hoje, sua margem radical moderna permanece inviolado, a sua sedução original intacta.
Fahrenheit conta a história de uma intuição criativa de uma casa de moda que é fonte de mitos. A história de colisões criativas.
No princípio, um confronto artístico.
Criado a partir de um grande choque artístico, a idéia dessa fragrância chegou em Nova Iorque antes de "Fahrenheit 1982" e "Brighter than the sun", duas pinturas de James Rosenquist, um dos mestres americanos da Arte Pop.
Longe do convencional, Fahrenheit é inspirado pelo cativante brilho vermelho do trabalho. Uma fragrância arrebatedora ao mesmo tempo que extremamente moderna. Infinitamente fantasiosa "Fahrenheit, muito distante..."

A nota "barril", uma colisão de essências.
O choque de uma violeta surpreendente feminina, torna-se mais masculina com os acordes de madeira e couro.
Mas também a colisão de uma nota única, criada por acaso, que agora é lendária.
Diz-se que um barril de perfume abandonado em um pátio ao sol e ar livre, repentinamente exala um perfume extraordinário e inesperado.
Imediatamente reconhecido por sua força e beleza, a nota foi analisada e reproduzida. A assinatura Fahrenheit nasce.
 
O frasco de Fahrenheit, um choque industrial.
Aqui novamente, a possibilidade de acidentes industriais deu origem ao degradê de vermelhos, a assinatura do emblemático frasco de Fahrenheit. Um defeito no processo de resfriamento do vidro nos fornos das vidrarias de Saint Gobain, e repentinamente uma extraordinária mistura de cores surgiu.
Escolhido por unanimidade, este vermelho poderoso e terroso, levou ao design de um forno especial, graças a expertise de Saint Gobain, para reproduzir esse processo único de resfriamento.
 
A fragrância que ao mesmo tempo quebra a tradição e mescla harmonia, mantendo um toque de eternidade.
Uma verdadeira lenda.

Toda fragrância que tornou-se um grande clássico foi antes uma revolução, um choque.

DESIGN

Fahrenheit foi criado em 1988, uma bonita colisão no univerno das fragrâncias masculinas.
Seu frasco vermelho-fogo evoca o ardente por-do-sol.
Uma forma cônica minimalista com linhas fluidas e elegantes, refletindo a energia criativa e visionaria de Dior. Ainda hoje, sua margem moderna e radical permanece intacta, sua sedução original intocada.

O frasco de Fahrenheit foi um choque industrial. A chance de acidentes industriais derão vida a mescla de vermelhos, a assinatura do lendário frasco de Fahrenheit. Um defeito no processo de resfriamento do vidro nos fornos das vidrarias de Saint Gobain, e repentinamente uma extraordinária mistura de cores surgiu. Escolhido por unanimidade, este vermelho poderoso e terroso, levou ao design de um forno especial, graças a expertise de Saint Gobain, para reproduzir esse processo único de resfriamento.

FAHRENHEIT POR FRANÇOIS DEMACHY

Em 1988 Fahrenheit foi uma fragrância revolucionária e hoje continua a ser um perfume inovador devido a sua combinação original de violeta e intenso acorde de madeira e couro.
Uma assinatura ousada, poderosa e magnética que joga com o quente e frio, masculinidade e sensualidade.
Criatividade, distinção e caráter criaram a essência inimitável de Fahrenheit.

Fahrenheit, uma fragrância de colisões

O choque de uma violeta surpreendente feminina, torna-se mais masculina com os acordes de madeira e couro. Mas também o choque de uma nota única, a nota "barril", criada ao acaso, que agora é lendária. Diz-se que um barril de perfume abandonado em um pátio ao sol e ar livre, repentinamente exala um perfume extraordinário e inesperado. Imediatamente reconhecido por sua força e beleza, a nota foi analisada e reproduzida. A assinatura Fahrenheit nasce.

Com Aqua Fahrenheit, François Demachy usou essa colisão de contrastes, propondo uma experiência original olfativa. Ele optou por usar um frescor novo, vibrante e revigorante, enquanto mantinha a tão característica assinatura do fogo de Fahrenheit. Encorporande o encontro entre água e fogo, Aqua Fahrenheit está impregnada com a essência poderosa de um frescor naturalmente explosivo.