Christian Dior and Germany, 1947 to 1957

— Autor Adelheid Rasche — Editora Arnoldsche — Apresentação No lançamento de sua primeira coleção em fevereiro de 1947, Christian Dior revolucionou a moda internacional de forma audaciosa. Os mais famosos fotógrafos alemães, Horst P. Horst e Willy Maywald, assim como o melhor ilustrador da época, René Gruau, representaram o New Look Dior de maneira memorável. As poses estilizadas que eles capturaram deram o toque final a uma silhueta que Dior (na época com 42 anos) considerava indispensável após o rigor e a austeridade do período de guerra: ombros suaves, femininos, cintura de vespa, saias longas com um comprimento extravagante e acessórios elegantes. A abertura da Maison Dior e o lançamento de sua primeira coleção de alta costura no dia 12 de fevereiro de 1947 foram sinônimos de renascimento para a moda.
O New Look (que Dior chamava de Linha Corolle) representava um retorno aos dias áureos da Belle Époque, quando o prazer proveniente do luxo era vivenciado sem remorsos, quando predominavam os cortes bem marcados, uma libertinagem extraordinária de tecidos luxuosos e de chapéus com abas largas.
Dior clamava não apenas o retorno bem-vindo aos valores da classe média e aos papéis masculinos e femininos tradicionais, mas devolveu também às monarquias o seu brilho do passado: a Princesa Margaret, a Rainha Elizabeth II e Soraya (segunda esposa do Shah do Irã) são alguns dos clientes reais da Dior.
Mesmo a Alemanha foi contagiada pela febre Dior, encantada pelos glamorosos desfiles ocorridos entre 1949 e 1953 e pela pomposa viagem do próprio mestre à Alemanha ocidental em 1955. Produtos alemães foram vendidos sob a marca Dior, particularmente as famosas joias Christian Dior fabricadas por Henkel & Grosse em Pforzheim. Até então, nenhum outro criador de moda havia concebido tendências como Christian Dior, em sua curta década de explosão criativa, e ninguém conseguiu igualar-se a ele desde então. As mulheres da cidade podiam contar com o estilo irreprochável da marca Dior. O mestre viveu somente dez anos no auge de sua glória, antes de sucumbir a uma crise cardíaca no dia 23 de outubro de 1957.
Um livro excepcional sobre a moda e uma homenagem ao grande costureiro que revolucionou e deu forma a moda do século XX.

Conheça as primeiras páginas