le grand bal Dior

— Autores Barbara Jeauffroy - Mairet, Vincent Leret, Brigitte Richart, Jean-Luc Dufresne, John Galliano — Editora Artlys — Apresentação "O vestido de baile te faz sonhar e deve fazer de você uma criatura de sonhos. Eu acho que no guarda-roupa de uma mulher, ele é tão necessário quanto um terno. E excelente para a auto-estima...” , dizia Christian Dior às mulheres.
Pela primeira vez, do dia 13 de maio ao 26 de setembro de 2010, cinquenta vestidos de baile criados por Dior foram apresentados no museu Christian Dior em Grainville, em uma perspectiva cultural e artística da história dos bailes do século XVIII aos dias de hoje. Esta obra, que leva o nome da exposição, Le Grand Bal Dior, presta uma homenagem ao grande costureiro, ao seu talento, refinamento e seu gosto pelos ternos, apresentados nos bailes do pós-guerra dos quais ele participou, como o baile dos Reis e das Rainhas em 1949, no qual ele apareceu fantasiado de Rei dos Animais, ou ainda no baile dos Artistas em 1956, no qual foi vestido de dandy, ou por fim, no baile de Máscaras e Dominós oferecido por Charles de Beistegui em 1951 no palácio de Labia, em Veneza.

Conheça as primeiras páginas