15.05 DIOR NO MUNDO

1° EPISÓDIO #DIORCANNES

IMAGEM

Em cartaz hoje: a seleção oficial vista por Jean-Pierre Lavoignat. Laetitia Casta, Chiara Mastroianni e Lambert Wilson no tapete vermelho. Flashback sobre Sophia Loren e muito mais. 

Câmera, ação!

Claquete: O sol nasce sobre a Croisette e, no alvorecer da 67ª edição, o festival de Cannes se anuncia diorissime.  Da suíte do Majestic, onde Dior se hospeda, ao tapete vermelho, onde desfilarão dia após dia as celebridades maquiadas e vestidas pela Maison, passando pelo making of, com conteúdos exclusivos, como entrevistas com os atores e os críticos de filmes mais esperados do festival, realizadas por Jean-Pierre Lavoignat – principal jornalista do mundo do cinema, que será, durante o festival, o olho da DiorMag -, todo o universo Dior parece estar em Cannes...

Em cartaz no festival deste ano? Alguns dos maiores nomes do cinema: Marion Cotillard, Robert Pattinson, Sofia Coppola, Ingrid Bergman… tantas estrelas da sétima arte que têm sua aura intimamente ligada a Maison Dior. Podemos imaginá-los desfilando, um após o outro, durante todo o festival, como em um longo travelling pelo tapete vermelho...Zoom  em um vestido de alta costura e eis que nos deparamos com a musa da icônica bolsaLady Dior:  a atriz francesa, que se tornou estrela internacional premiada com um Oscar por sua interpretação magistral de Edith Piaf em Piaf - Um Hino ao Amor,  vem apresentar seu último filme,Deux jour une nuit, de Jean-Pierre et Luc Dardenne. Em seguida, foco em Sofia Coppola, diretora de Encontros e Desencontros  e Bling Ring: A Gangue de Hollywood,  que também assinou as campanhas de Miss Dior,  o perfume emblemático da Maison, e membro do júri do festival neste ano. Os projetores se dirigem rapidamente para outra celebridade: Robert Pattinson aparece para a projeção deMaps to the stars,  de David Cronenberg, no qual é um dos protagonistas. O ator inglês, que descobrimos ainda adolescente com poderes mágicos em Harry Potter , como um vampiro atraente na saga Twilight  ou como um veterinário com ares de aventureiro em Água para Elefantes,  se tornou o rosto do perfume Dior Homme  em 2013, onde o redescobrimos, ator de mil papéis e homem de mil vidas, como um sedutor ao mesmo tempo elegante e despojado, assim como a fragrância que encarna. E o encontraremos ainda esbanjando talento em seu último filme, ao qual Jean-Pierre Lavoignat dedica uma de suas críticas exclusivas para a DiorMag.

Na noite Dior ou no baile de gala da AMFAR, nos degraus do palácio do festival ou na praia de Cannes, também poderemos cruzar com Jennifer Lawrence, atriz que ganhou o Oscar com apenas 22 anos e musa da Dior. Sophia Lauren, convidada de honra do festival e estrela Dior desde sempre. A top model Eva Herzigova, rosto dos tratamentos Capture Totale … E as amigas fiéis da Maison, nomes que sugerem glamour e elegância, como Laetitia Casta, Chiara Mastroiani e muitos outros, que serão revelados na DiorMag ao longo de todo o festival.

Jean-Pierre Lavoignat apresenta a seleção oficial

RED CARPET

Ontem à noite, Laetitia Casta usou um vestido alta costura Dior em seda crua bordada, Chiara Mastroianni estava com um vestido alta costura Dior preto e branco em organza de seda bordado com lantejoulas e escarpins Dior. Leila Hatami usou um vestido em seda cinza com um manteau em jérsei cinza Dior, Lambert Wilson, mestre de cerimônia estava com um smoking emgrain de poudre  e cetim preto Dior Homme, Gael Garcia Bernal, membro do júri, usou um smoking dois botões em grain de poudre  e cetim preto Dior Homme e Olivier Dahan estava com um smoking gola xale em grain de poudre  e cetim preto Dior Homme. 

MAKEUP

Ontem à noite, Paz Vega, Chiara Mastroianni, Audrey Tautou, Nicole Garcia, Masami Nagasawa, Mélita Toscan du Plantier e Martina Gusman estavam maquiadas por Dior.

Flashback : Sophia Loren

Sophia Loren for ever… Certamente ela será de novo, mais uma vez, uma das estrelas do Festival de Cannes. Poderemos vê-la não apenas em La vocce humana,  curta-metragem realizado por seu filho, Edoardo Ponti, mas também como convidada de honra da seção Cannes Classics 2014, que apresentará uma cópia restaurada de Matrimônio à Italiana,  de Vittorio de Sica, no qual ela é, juntamente com Marcello Mastroianni, a grande protagonista. E ela aceitou dar início a ummaster class… Sem dúvida, se lembrará, durante esta conversa informal, de suas visitas frequentes ao Festival de Cannes, associado para sempre a sua figura lendária. No Festival de 1961, ela recebeu um prêmio de interpretação por Duas Mulheres,  de Vittorio de Sica. Em 1966, estrela glamorosa por excelência, presidiu o júri, cercada principalmente por escritores franceses: Jean Giono, Marcel Pagnol, Marcel Achard… Um júri que concedeu, no ano em questão, dois Grands Prixex-aequo(o termo Palma de Ouro ainda não era utilizado) para Um homem, uma mulher,  de Claude Lelouch e Senhoras e Senhores,  de Pietro Germi. Sophia Loren estava então em plena filmagem de A Condessa de Hong Kong,  que seria o último filme de Charlie Chaplin. E temia, inclusive, que um telefonema do diretor mais famoso do mundo a obrigasse a interromper sua estadia em Cannes para voltar às gravações... Que seja em Cannes para presidir o júri ou no filme para contracenar com Marlon Brando, vestia-se sempre em Dior. Sophia Loren ou a fidelidade... Depois de conhecer Marc Bohan, o estilista da maison na época, não tirou mais as roupas que ele criava especialmente para ela. Tanto na vida, quanto nos filmes. Ele foi inclusive nomeado ao Oscar de melhor figurino por Arabesque,  de Stanley Donen. Quando retorna a Cannes em 1977 para apresentarUm Dia Muito Especialé novamente para ele que Sophia Loren pede para desenhar seu vestido de gala... Estrela um dia, estrela para sempre. 

Arabesque,1966, © DR.
Remise d’une amphore à Sophia Loren, © DR.
La comtesse de Hong Kong,1965, © United Press.

Sem Comentários: nascer do sol na Croisette

MAIS MÍDIAS

ADICIONAR TAG : DIOR NO MUNDO