16.06 TUDO SOBRE A DIOR

ESCAPADA ATÉ GRANVILLE

GALERIA

A exposição Dior, composta por imagens legendárias que serão apresentadas neste verão no museu Christian Dior de Granville, reúne duzentas fotografias icônicas sobre o percurso do estilista e a história de sua Maison. Visita guiada com Florence Müller, curadora da exposição.

Nas alturas de Granville, na Normandia, a casa rosa onde Christian Dior passou sua infância, com vista sobre o mar, possui um roseiral que confere à maresia um perfume delicado. Propriedade da cidade de Granville, esse museu acolhe a exposição Dior Images de légendes . Concebida pela historiadora de moda Florence Müller, esta retrospectiva percorre a história da Maison, assim como a da fotografia, apoiando-se em mais de duzentos negativos, sessenta vestidos e cinquenta documentos, aproximadamente. Já na entrada, o tom é claro: o emblemático tailleur Bar  imaginado por Christian Dior em 1947 fica lado a lado de sua reinterpretação por Raf Simons em 2012.“Este primeiro cara a cara é o fio condutor da exposição e permite compreender que, capítulo após capítulo, os códigos da Dior se reinventam e também se enriquecem com a sensibilidade do fotógrafo ”, explica Florence Müller. Ao longo das paredes forradas de imagens assinadas por Cecil Beaton, Irving Penn, Patrick Demarchelier, Henry Clarke ou ainda Richard Avedon, descobrimos a história extraordinária desta jovem fotógrafa americana Pat English, a única autorizada a assistir à apresentação da primeira coleção em 12 de fevereiro de 1947, organizada na atmosfera acolhedora da Avenue Montaigne, 30. Estas fotografias publicadas naLiferevelaram ao mundo inteiro seu talento e o revolucionárioNew Look … 

Cada uma a sua maneira, todas essas imagens contribuíram para a criação de um mito: “O visual Dior é ideal para ser fotografado, capturado em movimento, ele é encenado em lugares emblemáticos das parisienses elegantes, como a Place de la Concorde, o Jardim das Tulherias e, sobretudo, Versalhes... ”, acrescenta. No jardim de inverno onde a rosácea de vidro deixa passar os raios de sol, é um Christian Dior intimista que se revela; sereno sobre um rochedo no Château de la Colle Noire ou surpreendido por Brassaï em seu apartamento na rue Royale, em Paris. Asfitting modelsda Maison, Lucky, Victoire, Renée ― as “chéries ”, como Christian Dior gostava de chamá-las ― encontram-se hoje com as musas Marion Cotillard, Jennifer Lawrence ou ainda Charlize Theron. Esse percurso iniciático termina em grande estilo, evocando a construção das imagens:“foi a partir de muitos esboços, colagem e tinta branca que o trabalho de retoques, os truques e a recomposição das imagens foram realizados, tudo muito artesanal ”, comenta Florence Müller antes de concluir:“este panorama magnífico termina com uma peçaall-overDior de capa de revista, simplesmente grandioso ”.

MAIS MÍDIAS

ADICIONAR TAG : TUDO SOBRE A DIOR