21.07 TUDO SOBRE A DIOR

FESTIVAL DE VERÃO

IMAGEM

Neste verão, descubra a grande saga Dior e os artistas. Siga os passos de Christian Dior, faça uma escala nas exposições organizadas pelo mundo, percorra a galeria dos ícones da Maison revisitados por grandes nomes da arte contemporânea e muito mais.

Partimos em viagem. Uma aventura artística marcada por escalas no passado e no presente da Maison. A viagem começa no final dos anos 1920, seguindo os passos de Christian Dior na época em que possuía, com seus amigos Jacques Bonjean e Pierre Colle, uma galeria em pleno coração de Paris e expunha os artistas que admirava e frequentava: Pablo Picasso, Salvador Dalí, Georges Braque, Marcel Duchamp, Christian Bérard… Esta vida permitiu que moldasse seus traços únicos e concebesse a costura sob um ângulo artístico fora do comum.
Nesse verão, reviva ou descubra as principais exposições que marcaram a história da Maison: a primeira retrospectiva do trabalho de Christian Dior no Musée des arts Décoratifs em Paris em 1987 para celebrar os quarenta anos da primeira coleção, a exposição organizada no centro ULLENS em Pequim, na China, Inspiration Dior  no Museu Pouchkine em Moscou, na Rússia, depois Esprit Dior  em Xangai, na China, e finalmente Miss Dior  no Grand Palais, em Paris.

Encontre todos os dias no Instagram os ícones da Maison revisitados por artistas contemporâneos, Olympia Scarry, Liu Jianhua ou ainda Jean-Michel Othoniel, que forneceram a sua visão da emblemática bolsa Lady Dior ou do mítico perfume J’adore  e, mais recentemente, Joana Vasconcelos, Lara Baladi, Hannah Starkey e Carole Benzaken, que reinterpretaram, com doze artistas mulheres, a fragrância Miss Dior  e dos quais você encontrará entrevistas exclusivas.
Esta também será a oportunidade de compreender a importância da arte em cada uma das coleções Dior e, sobretudo, esta impulsão excepcional que se perpetua ano após ano sob o olhar de grandes fotógrafos como Patrick Demarchelier e Willy Vanderperre, mas também nas ilustrações de ontem assinadas por René Gruau, Christian Bérard e imaginadas hoje por Mats Gustafson. Neste verão a arte é homenageada, começando pela obra do artista contemporâneo chinês Yan Pei-ming que, para a exposição Esprit Dior , revisitou o retrato de Christian Dior.

© Adagp, Paris 2014

MAIS MÍDIAS

ADICIONAR TAG : TUDO SOBRE A DIOR