10.04 DIOR NO MUNDO

NOVO HORIZONTE

IMAGEM

A coleção Christian Dior de alta costura primavera-verão 2014 viaja à Hong Kong. Um convite para redescobrir o desfile em um novo molde.

Um salão parisiense de alta costura em plena Hong Kong. Um salão como o de Christian Dior na Avenue Montaigne, nº 30, quando este apresentou sua primeira coleção em 12 de fevereiro de 1947. Reencontramos aqui as paredes decoradas em cinza Trianon, as cadeiras medalhão... Esta decoração é projetada em um tecido e nos convida a viajar no tempo e no espaço, em direção à Paris do New Look. Por trás das molduras de uma janela, contemplamos uma costureira em plena confecção, viramos a cabeça e nos deparamos com o próprio Christian Dior desenhando seus modelos. Oflash backacaba de repente, quando se levantam as cortinas: os convidados descobrem então a modernidade da coleção diante de uma visão urbana sobre a baía que se revela quando a projeção dos vídeos acaba. Estamos em Hong Kong.

E em 2014, mais precisamente: um jogo de transparências, de sobreposições e uma abordagem contemporânea dos trabalhos de bordado e de recorte percorrem a coleção. Os tecidos vazados dão leveza à silhueta, as formas femininas são algumas vezes mostradas, outras vezes escondidas e por vezes imaginadas. Trata-se de uma coleção abstrata, totalmente poética. O corte é aparentemente despojado, mas desvenda em seu interior uma construção complexa, arquitetada pelos ateliês da Maison. Um ombro é desnudado pela assimetria da parte de cima do vestido. Uma manga do tailleurBarforma um balão na dobra do cotovelo. Um vestido de caimento impecável esculpe o corpo. E por fim, uma silhueta se completa com um par de tênis. Eis o novo espírito despojado proposto por Dior.

MAIS MÍDIAS

ADICIONAR TAG : DIOR NO MUNDO