25.03 ÚLTIMAS NOTÍCIAS

UM NOVO TEMPO

VÍDEO

Ontem, a DiorMag apresentou o novo relógio Dior VIII Montaigne. Descubra hoje as outras novidades relojoeiras que a Maison apresentará em Baselworld.

Elas se chamam Dior VIII Grand Bal ,  Chiffre Rouge, Dior Grand Soir, La D de Dior  ou La Mini D de Dior ...A cada ano e a cada coleção, as criações icônicas da relojoaria Dior se reinventam ao ritmo criativo da Maison. Essas criações sempre acompanharam o espírito do tempo, mas elas são, acima de tudo, fiéis ao espírito Dior, particularmente no que diz respeito às linhas e às cores, à elegância da alta costura e à audácia criativa. Como sempre, elas se ornam com novos detalhes, revestindo-se com novas linhas e novos materiais.

Deste modo, o relógio Dior VIII Grand Bal  é ornado com uma saia estilo alta costura em renda de seda: sobre sua massa oscilante posicionada na dianteira do mostrador, um fio de seda verde é tecido em um delicado saiote orlado de diamantes, rodopiando sobre um mostrador de cerâmica preta semeado com diamantes, como nas noites de baile, onde os vestidos coloridos rodopiam sob a noite estrelada.   

A coleção masculina Chiffre Rouge  foi enriquecida com um novo modelo de complicações, o Chiffre Rouge C03,  disponível em edição limitada a cem peças, combinando um movimento de fase da lua, grande data e pequeno segundo a um mostrador em madrepérola cinza metálico ornado de ouro rosa. Com suas dimensões masculinas e sua pulseira esportiva de couro perfurado, este novo relógio é a imagem do estilo Dior Homme, elegante mas também audacioso.     

O relógio feminino e atemporal La D de Dior  também apresenta um novo visual, com uma pulseira em couro de jacaré dourado, uma pele rara e preciosa que encontramos sobre as escamas que recobrem o mostrador, ornado por um delicado bisel em ouro engastado de diamantes. La Mini D de Dior  também se reinventa: se as linhas elegantes deste grande clássico permanecem as mesmas, sua pulseira espelhada em couro metálico é ornada pelos reflexos preciosos dos ouros amarelo, rosa ou branco, contrastando com a sobriedade do mostrador em madrepérola preta. 

Finalmente, a Maison apresentará em Basileia peças únicas de relojoaria, verdadeiras obras-primas joalheiras com um espírito totalmente alta costura. Inspirado na paixão de Christian Dior pelas flores, o Dior VIII Grand Bal  apresenta certos aspectos dos jardins de inverno: finamente vazado, decorado com madrepérola, opalas e pedras preciosas a partir de um savoir-faire joalheiro excepcional, o vestido de baile sugerido por sua massa oscilante aparente se transforma em um vestido floral composto de delicadas pétalas coloridas que parecem congeladas pelo orvalho sobre um mostrador imaculado com pavê de diamantes de engaste neve. Quanto à coleção Dior Grand Soir,  ela foi enriquecida com peças novas e únicas, enfeitadas por pedras preciosas coloridas que fazem uma homenagem à paleta de costura de Christian Dior e desvendam uma massa oscilante vazada de forma detalhada e excepcional, absolutamente diorissimo.     

MAIS MÍDIAS

ADICIONAR TAG : ÚLTIMAS NOTÍCIAS