Nova atitude com o frasco Roller-Pearl | DIORMAG

08 Fevereiro
Savoir-Faire

O savoir-faire das joias D-Murrine em vídeo

08 Fevereiro
Savoir-Faire

O savoir-faire das joias D-Murrine

Descubra os segredos de fabricação das joias D-Murrine da coleção prêt-à-porter Primavera-Verão 2018 criadas por Maria Grazia Chiuri.

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

  • ©

    Pol Baril

No vocabulário de Niki de Saint Phalle, as cores falam de amor, de alegria e de felicidade. Vivas e contrastantes, elas estão em constante diálogo. As joias da coleção prêt-à-porter Primavera-Verão 2018 retomam essa ideia em colares longos, anéis e brincos com motivos multicoloridos em vidro, realizados à mão seguindo uma técnica ancestral. Para acompanhar sua confecção, levamos você à ilha de Murano, berço desse savoir-faire vidreiro, a poucos quilômetros de Veneza.

Ali, no ateliê mais renomado de Murano, um soprador retira o vidro de um forno mantido a mil e trezentos graus Celsius com a ajuda de uma cana. Inicia-se então uma verdadeira coreografia orquestrada pelas mãos hábeis que trabalham a matéria incandescente com rigor e delicadeza. O artesão desafia a gravidade, dribla a inércia, domina o movimento e suaviza a temperatura. Depois de associar, espiralar e trançar várias cores para criar o motivo desejado, ele estica o vidro com a ajuda de um colega. Quando os tubos de vidro ficam prontos, são recortados em centenas de pastilhas, cada uma delas com uma forma única: estrela, coração, sol ou flor, todos com nuances brilhantes.

É necessário juntar dezesseis pastilhas diferentes para realizar um par de Dior Tribales. Para a parte central dos brincos são necessárias duas pastilhas, e oito para o cabochão do anel.
Depois, o processo continua em Pforzheim, na Alemanha, em um ateliê que o próprio Christian Dior escolheu, em 1955, para a elaboração de suas primeiras bijuterias. Nele, os elementos em latão são criados de acordo com o processo ancestral da cera perdida, que consiste em substituir uma maquete em cera pelo metal. Em seguida, as peças são cuidadosamente retrabalhadas à mão pelo artesão, que redesenha os mínimos detalhes do anel, do colar longo e dos brincos. Graças aos vários banhos de galvanização, os elementos ganham uma camada de ouro fino e depois de rutênio, que os deixa com uma cor preta. Um tratamento específico confere aos elementos esse efeito antigo tão particular, assinatura de Maria Grazia Chiuri.

Finalmente, a abelha, o número oito, o trevo, a estrela ou as iniciais "CD" são fixados sobre as pérolas de vidro. Ao ficarem prontas, as joias passam por um controle de qualidade, antes de serem colocadas em suas respectivas caixas.

07 Fevereiro
novidades

Nova atitude com o frasco Roller-Pearl

Insolente e irresistível, Camille Rowe, modelo e musa da Dior, lidera uma dança ritmada pelo novo frasco Roller-Pearl. Na atmosfera eufórica de uma noite nova-iorquina ela joga com seu charme, munida do seu Poison Girl Unexpected.

Do calcanhar ao pescoço, a pérola desliza sobre a pele como uma carícia. Por onde passa, ela deixa um rastro que associa o açúcar das frutas ao picante dos condimentos. Novo símbolo que une as sedutoras, o gesto decorrente do Roller-Pearl expressa sensualidade e espontaneidade. Sua aplicação foi pensada para aquelas que querem a liberdade de se perfumar a qualquer hora. Como um convite para prolongar o êxtase da fragrância Poison Girl Unexpected, o frasco nômade foi concebido para ser levado em uma bolsa ou nas viagens. Esse frasco discreto e elegante é revestido de reflexos irisados, como um objeto precioso.

06 Fevereiro
novidades

Frisson inesperado

Do picante ao adocicado, a fragrância Poison Girl Unexpected elaborada por François Demachy, Perfumista-Criador exclusivo da Dior, oferece uma sensação forte e inesperada. Uma surpreendente reviravolta acidulada que associa ingredientes nobres a acordes vivos e insolentes.

"Poison Girl Unexpected incorpora perfeitamente o charme 'expressivo' desses doces que provocam uma explosão de sabor na boca e depois trazem uma sensação de suavidade", explica François Demachy. Para o seu novo rastro, o Perfumista-Criador inspirou-se em uma memória de infância, surpreendente por seu contraste. Como uma guloseima com um toque de acidez, a fragrância captura os sentidos com notas frescas e condimentadas, regidas pelo gengibre. Realçado por uma laranja amarga o acorde se torna picante, quase explosivo. Depois, como um prazer inesperado, surge um coração floral de rosa damascena e de jasmim sambac, atravessado por um acorde frutado de peônia. Assinatura envolvente do rastro, a nota de fava tonka da Venezuela, acompanhada por uma leve nota de baunilha e de almíscar, envolve a composição com sua suavidade.

Esse rastro pode ser encontrado no frasco clássico ou em Roller-Pearl, em um pequeno formato elaborado para as viagens. Como um convite para se perfumar livremente, essa aplicação fácil e precisa é ideal para retoques ao longo do dia.

05 Fevereiro
novidades

Poison Girl Unexpected

Camille Rowe, modelo e musa Dior, empresta sua imagem desconcertante e desenvolta à nova fragrância Poison Girl Unexpected. Nos formatos spray ou Roller-Pearl, esse perfume elaborado por François Demachy, Perfumista-Criador exclusivo da Maison, pode ser vaporizado ou aplicado discretamente, como uma verdadeira carícia nos pontos de pulsação.

Com a pele à mostra e um olhar ardente, Camille Rowe incorpora a sedução incandescente do novo perfume Poison Girl Unexpected. Provocantemente deitada sobre uma cama, junto a sua jaqueta bordada com a mensagem "I am Poison", ela aparece de um jeito inesperado. Em sintonia com a fragrância, ela revoluciona os códigos com sua atitude picante e irresistível, livre para brilhar.

Encontramos o charme fresco e envolvente do Poison Girl Unexpected nos formatos clássico ou Roller-Pearl. Esse frasco nômade e precioso é um convite para se perfumar em qualquer lugar, a qualquer hora.

03 Fevereiro
novidades

Diorskin Forever Undercover nos bastidores

A nova Diorskin Forever Undercover, base de alta cobertura com vinte e quatro horas de fixação, criada por Peter Philips, Diretor de Criação e Imagem da linha de maquiagem Dior, iluminou o rosto das modelos durante o desfile de Alta Costura Primavera-Verão 2018.

©

Vincent Lappartient

Nos bastidores do desfile, Peter Philips revela os segredos do seu make-up look realizado "graças ao Diorskin Forever & Ever Wear Primer aplicado previamente e seguido da base Diorskin Forever Undercover". No que diz respeito aos retoques, ele explica: "passei um pouco do corretor Diorskin Forever Undercover Concealer para iluminar e disfarçar as imperfeições. Por fim, pincelei o rosto com uma fina camada do pó solto Diorskin Forever & Ever Control Poudre Libre."

02 Fevereiro
novidades

Nos bastidores

Entre uma sessão de fotos e um retoque de maquiagem com Peter Philips, encontre a atriz e musa Natalie Portman com a tez impecável e um visual livre, nos bastidores da campanha Diorskin Forever Undercover.

Mais artigos