O savoir-faire das joias Dior à Versailles, Pièces Secrètes | DIORMAG

25 Janeiro
Desfiles

Da galeria aos desfiles

Do passado de galerista de Christian Dior à sua paixão pela arte, Maria Grazia Chiuri, Diretora Artística da Maison, evoca a importância do patrimônio deixado pelo estilista-fundador em sua coleção de Alta Costura.

25 Janeiro
Desfiles

Inspirações surrealistas

Durante uma entrevista, Maria Grazia Chiuri, Diretora Artística da Maison, falou sobre suas inspirações para a coleção de Alta Costura Primavera-Verão 2018, ligadas ao movimento surrealista.

©

Music: Nils Frahm - "All Music"

24 Janeiro
Savoir-Faire

O savoir-faire das joias Dior à Versailles, Pièces Secrètes

Dos primeiros toques de guache aos moldes, passando pelo polimento e pela montagem final, descubra os segredos de fabricação do anel Volupté Diamant Jaune e do colar Vanité Diamant. Duas criações excepcionais elaboradas por Victoire de Castellane, Diretora Artística da Dior Joalheria.

24 Janeiro
Savoir-Faire

O savoir-faire do colar Vanité Diamant

Realizado nos ateliês de joalheria da Maison, o colar Vanité Diamant ilustra o trabalho de excelência e precisão realizado pelos artesãos Dior. Composto por um excepcional diamante lapidação rosa formando um capô giratório, o pingente resguarda uma joia esculpida no formato de caveira, símbolo prezado por Victoire de Castellane, Diretora Artística da Dior Joalheria. Uma criação excepcional da coleção Dior à Versailles, Pièces Secrètes que exigiu trezentas e oitenta horas de trabalho.

24 Janeiro
Savoir-Faire

O savoir-faire do anel Volupté Diamant Jaune

Ele foi criado a partir de um diamante amarelo lapidação rosa que, girando sobre seu próprio eixo, revela um precioso trevo de quatro folhas, uma referência à personalidade supersticiosa de Christian Dior. O anel Volupté Diamant Jaune, enquanto parte das coleções de Alta Joalheria da Maison, é o resultado de um savoir-faire artesanal exigente e da criatividade ilimitada de Victoire de Castellane, Diretora Artística da Dior Joalheria. Destaque para a realização desta joia preciosa, que faz parte da coleção Dior à Versailles, Pièces Secrètes.

24 Janeiro
novidades

Dior à Versailles, Pièces Secrètes

Após explorar a face noturna do Palácio de Versalhes, e posteriormente seus jardins, Victoire de Castellane, Diretora Artística da Dior Joalheria, decidiu se inspirar nos bastidores e nas intrigas da propriedade real em sua nova coleção de Alta Joalheria, batizada Dior à Versailles, Pièces Secrètes.

Versalhes é uma fonte inesgotável de inspiração para a Maison Dior, desde a primeira coleção de Alta Costura do fundador. Christian Dior encontra na suntuosidade de suas instalações e no rigor criativo de sua arquitetura e de suas paisagens todo o simbolismo de uma arte de viver à la française, que ele decide homenagear com a abertura de sua Maison, em 1947. Deste mesmo imaginário nasceu a coleção de Alta Joalheria, pensada como a última parte de uma trilogia. Depois de uma Versalhes noturna com seus detalhes observados bem de perto, em 2016, e uma Versalhes com seus jardins ensolarados, no ano seguinte, Victoire de Castellane nos guia através de uma Versalhes secreta, com suas passagens ocultas e alcovas escondidas.

Nos bastidores do palácio são tramadas as intrigas romanescas e os casos amorosos da realeza, contados através dessas joias narrativas. Ao deslizar sobre o corpo, um anel revela um desejo esculpido, como uma aparição espectral na luz trêmula de uma vela que ilumina um corredor secreto conectando o quarto do rei ao de sua favorita. Em outra peça, um diamante gira sobre seu próprio eixo, revelando uma pedra embaixo da pedra, como uma porta secreta que se abre para novas perspectivas. Uma gaveta oculta protege um cofre em miniatura dentro do qual os amantes guardam preciosamente suas cartas trocadas. Graças ao seu conceito, essas joias mecânicas lembram joias antigas. "Procurei usar pedras com contraste claro-escuro, tons de rosa antigos, vermelhos mais púrpuros, pedras da lua iridescentes, tons mais densos de azul-celeste, explica a Diretora Artística. As cores em si parecem um pouco misteriosas, como sedas." Os mecanismos, os ouros esculpidos e os diferentes jogos de engaste são dignos do savoir-faire dos maiores ateliês parisienses de Alta Joalheria e trazem de volta o sonho versalhês de um palácio secreto.

23 Janeiro
Desfiles

Vídeo do baile

Mais artigos