O savoir-faire do vestido de Wang Likun | DIORMAG

10 Maio
VIP

Terceiro dia

Penelope Cruz, Lupita Nyong’o, Celina Jade, Adele Wismes e Vincent Lacoste usaram criações da Maison durante o 71o Festival de Cannes.

  • ©

    Getty Images

    Penelope Cruz

  • ©

    Getty Images

    Lupita Nyong’o

  • ©

    Getty Images

    Celina Jade

  • ©

    Getty Images

    Adèle Wismes

  • ©

    Getty Images

    Vincent Lacoste

10 Maio
Património

Jennifer Lawrence e Dior

Musa da Maison, Jennifer Lawrence incorpora e fortalece o vínculo da Dior com o cinema. O Festival de Cannes é o momento perfeito para relembrar essa cumplicidade.

©

Brigitte Lacombe

Em 2013, ela escolheu uma criação Dior para receber seu primeiro Oscar. Premiada como melhor atriz por seu papel em O Lado Bom da Vida, Jennifer Lawrence subiu no palco usando um vestido tomara que caia branco da coleção Alta Costura Primavera-Verão 2013. Desde então, a Maison vem acompanhando a atriz nos momentos mais importantes e marcantes de sua carreira. Essa cumplicidade também esteve presente nas campanhas. Com um ar rebelde diante da lente de Brigitte Lacombe, vestida com a coleção prêt-à-porter Primavera-Verão 2018 para a Dior Magazine, feminina e irresistível no filme para o batom Dior Addict Lacquer Stick, em 2017, ela incorpora cada papel com propriedade, revelando o espírito de elegância da Maison.

09 Maio
Savoir-Faire

O savoir-faire do vestido de Wang Likun

09 Maio
Savoir-Faire

O savoir-faire do vestido de Carey Mulligan 

09 Maio
VIP

Segundo dia

Neste segundo dia do Festival de Cannes, Carey Mulligan, Kiko Mizuhara e Wang Likun subiram as escadas do palácio vestidas com criações da Maison.

  • ©

    Getty Images

    Carey Mulligan

  • ©

    Getty Images

    Kiko Mizuhara

  • ©

    Getty Images

    Wang Likun

09 Maio
Património

Eau Sauvage, uma lenda de cinema

Homenagem de um perfume cult ao cinema.

Em 1966 surge Eau Sauvage. Elaborada por Edmond Roudnitska, a primeira fragrância masculina da Maison contém toda uma força olfativa. Rica em aromas frescos, essa criação refinada e potente carrega os novos valores masculinos da época. Valores incorporados por uma nova geração de homens. Elegantes, impetuosos e sedutores, eles usam o Eau Sauvage como a assinatura de uma virilidade assumida e repleta de frescor.

 

Transformado em um clássico, esse opus atemporal encontra um outro mito em 2009. Ator de espírito selvagem e beleza solar, com cara de anjo e estilo rebelde, Alain Delon empresta sua imagem ao perfume, em uma fotografia em preto e branco do início de sua carreira. Símbolos dos anos 1960 e de uma juventude em plena efervescência, o ator e o perfume, ícones eternos, escrevem juntos o começo de uma longa história. Estreitando os laços entre a Dior e a 7ª arte, o Eau Sauvage se inspira nos papéis do ator no cinema. Em 2011, uma cena de A Piscina, thriller tórrido de 1969 assinado por Jacques Deray, foi usada para uma campanha em vídeo, na qual o ator aparece deitado na beira da piscina. Um ano depois, para o Eau Sauvage Parfum, o encontramos em outra cena. Dessa vez, ao lado da atriz Romy Schneider, com quem forma um casal de estrelas, tanto nas telas quanto na vida real, ele incorpora essa fragrância ensolarada com toda a sensualidade.


Em 2015, foi a vez da sua atuação em Os Aventureiros, dirigido por Robert Enrico em 1967, ser projetada nas telas para a campanha do Eau Sauvage Cologne. Bad boy sensível, ele empresta sua virilidade quase rebelde a esse rastro picante. Em 2017, fotos tiradas durante as gravações do mesmo Os Aventureiros, com Alain Delon e sua companheira Nathalie, cúmplices e amantes, são reveladas. O magnetismo cinematográfico de Delon não para de escrever a lenda de Eau Sauvage.

08 Maio
VIP

Primeiro dia

Para a cerimônia de abertura do septuagésimo primeiro Festival de Cannes, a atriz Isabelle Adjani usou um vestido em crepe de seda e tule bordado, elaborado por Maria Grazia Chiuri para a Maison.

©

Getty Images

Mais artigos