Serviço de Atendimento ao ClienteBoutiques

Desfile Croisière 2020

29 de abril de 2019 - Marrakech, Marrocos - 20h00 (GMT+1)

Maria Grazia Chiuri sempre gostou de tecer trocas criativas com as culturas africanas. Seu desejo era dialogar especialmente com o território e o imaginário do Marrocos, ponto de encontro entre o Mediterrâneo, a Europa e a África, e destino sonhado por artistas, poetas, escritores e eternos aventureiros.

Apresentar a coleção Croisière 2020 em Marrakech é uma forma de se deixar guiar pela memória da Maison e do primeiro sucessor de Christian Dior, Yves Saint Laurent, nativo de Orã e fascinado pelo Marrocos. Esse desfile ilustra também a ideia de um campo de conciliação, um “common ground” – como evoca a filósofa feminista Naomi Zack –, no qual, apesar de todas as diferenças, as trocas entre as mulheres podem se concretizar em reflexões e ações.

Essa coleção é um mapa do mundo que reúne as imagens e as atmosferas que, neste lado do Mediterrâneo, moldaram nossa cultura visual. Sua fonte de inspiração primeira, verdadeiro estandarte, é o wax. A antropóloga Anne Grosfilley pesquisou a origem plural e a evolução deste tecido, cuja história impressionante se desdobra como uma árvore genealógica, uma viagem entre a Europa e a Ásia, estendendo-se até a África. O wax celebra e reúne a diversidade, é o tecido por excelência do encontro entre culturas. Maria Grazia Chiuri trabalhou assim em colaboração com a fábrica e o estúdio Uniwax (na Costa do Marfim) para reinterpretar os códigos Dior, integrando-os à trama do tecido, em uma edição especial. Assim, novos Toiles de Jouy revisitados pelo wax surgem exibindo diferentes paisagens ou reinventando os motivos dos tarôs.

O tailleur Bar, e as peças como um todo, exaltam o poder da moda, linguagem inclusiva e transnacional.

Os arquivos Dior atestam esse fascínio, como o look Jungle de Marc Bohan ou um lenço estampado com um leão africano que deu vida a todo um bestiário de savana. As diversas estampas, os jacquards e os fils coupés exibem paisagens que serviram como fonte de inspiração para autores como Albert Camus, Paul Bowles, Alberto Moravia ou ainda Bernardo Bertolucci. Na interseção entre cultura e afetos, Maria Grazia Chiuri destaca a força da natureza. Essa evocação é pontuada com seda crua, escumilha de seda e shantung que, em tons de areia, azul índigo ou ainda em ocre vermelho ardente, realçam casacos e tailleurs, saias plissadas ou calças.

Por meio desses diálogos culturais, essa coleção Croisière condensa diferentes realidades e temporalidades. A moda é uma rede única, inspirada por inúmeros lugares e épocas que dão origem a uma nova visão. Com esse ato mágico, Maria Grazia Chiuri projeta uma memória coletiva, território comum aberto a todas as possibilidades. 

Looks

Entrevista com Peter Philips

ADICIONAR AO CALENDÁRIO
SELECIONAR O SEU CELENDÁRIO
RECEBER TUDO SOBRE O DESFILE
Vídeo do Desfile, os Looks, o Backstage e vários outros conteúdos sobre o Desfile... sejam os primeiros a serem informados sobre o lançamento ao vivo em Dior.com.
ESCOLHA A OU AS NEWSLETTERS QUE DESEJA RECEBER:
Todos os campos são obrigatórios. Ao clicar em Validar, você aceita receber as últimas novidades e exclusividades da Dior.
Todos os campos são obrigatórios. Ao clicar em Validar, você aceita receber as últimas novidades e exclusividades da Dior.
Sua inscrição na newsletter Dior foi realizada
BAIXAR O APLICATIVO DIORMAG
O aplicativo está disponível em diferentes plataformas para download.
SELECIONE SEU OS

Desfile Croisière 2020

29 Abril 2019 - Marrakech, Marrocos - 20H00 (GMT+02)

Topo da página