Desfile masculino Verão 2023

On-line no dia 24 de junho às 15h (CEST)

Granville e Sussex têm atmosferas semelhantes. O clima, a luminosidade e os jardins ligam um lugar ao outro. Para Christian Dior e Duncan Grant, suas casas, seus jardins e seus ambientes privados eram muito importantes para sua criatividade. Estas esferas significativas e particulares se traduziram em seu trabalho e se tornaram públicas."

Looks

01 / 52

De Granville a Charleston

Diálogo(s)

  • A vida e a obra do pintor britânico Duncan Grant inspiraram Kim Jones nesta coleção, prolongando sua conversa com Christian Dior: uma jornada fascinante pelo espaço e pelo tempo, onde as artes convergem.

    © Melinda Triana

Natureza e alta-costura

Jardinagem, caminhada, pesca: formal ou informal, os looks da coleção masculina Verão 2023 da Dior combinam elegância e leveza no espírito das roupas esportivas para celebrar a natureza. As cores, do cinza-Dior ao rosa e tons pastel de verde a azul, dão vida aos degradês luminosos e exuberantes da natureza. A alfaiataria ousada é reinventada por meio de shorts e bermudas delicados, ou complementada com uma lapela removível no mesmo tom revisitando as mangas icônicas dos ternos. O emblemático tailleur Bar masculino é apresentado em uma versão em organza de seda transparente que revela sua construção virtuosa no caminho do fio. Os casacos dão continuidade a essa odisseia bucólica, completando as silhuetas do desfile com funcionalidade e requinte, como os trench coats grandes casualmente sobrepostos aos coletes brilhantes. A Lily Pond Screen de 1913 de Duncan Grant adorna tecidos técnicos, bem como bordados tradicionais, enquanto os esboços do pintor britânico foram reproduzidos em preciosas malhas artesanais. O look absolutamente contemporâneo reforça o vínculo imutável, mas em constante evolução, entre moda e arte.

© Morgan O'Donovan

Multifuncionalidade

  • Para a coleção masculina Verão 2023 da Dior, os emblemas atemporais da Maison se transformam em objetos de desejo que oferecem múltiplas funcionalidades. Inspiradas em atividades ao ar livre, mochilas, bolsas para cintura e bolsas como a icônica Saddle foram (re)imaginadas em colaboração com Mystery Ranch com capas e capuzes impermeáveis removíveis. Calçados híbridos e casuais pontuam os looks com detalhes ousados: botas são dobradas para revelar meias, enquanto os sapatos Derby Dior Carlo vêm com galochas bordadas. Com um intrincado savoir-faire técnico, as novas sandálias cannage são feitas de uma peça de borracha reciclada. O chapeleiro da Dior, Stephen Jones, adicionas toques finais que também exibem construção de alta tecnologia: os chapéus de jardinagem revisitam o que Duncan Grant usava enquanto pintava, junto com o emblemático cannage Dior, que evoca a treliça da pérgola do jardim de Monsieur Dior. As peças excepcionais são usadas como sobreposições, combinadas com bonés de beisebol. Estes novos itens essenciais conferem à silhueta um charme irresistivelmente casual.

    © Jackie Nickerson

Virtuosidade harmoniosa

A coleção Verão 2023 da Dior exalta a excelência do savoir-faire da Maison, bem como a profusão de criatividade do retiro artístico Charleston Farmhouse do Grupo de Bloomsbury. Como uma trilha musical multifacetada com o espírito avant-garde de Kim Jones, ela reinventa as diferentes facetas da identidade da moda masculina Dior. A organza de seda pontua as silhuetas do desfile, revelando a fascinante complexidade de algumas peças-chave como o emblemático tailleur Bar, numa exploração hipnótica e evanescente da transparência. O icônico cannage da Dior é transformado em um acolchoado audacioso, ou reimaginado em uma versão vazada ousada em calçados e chapéus.

    © Sophie Carre  © Valentin Hennequin