DIOR E O CHÂTEAU DE LA COLLE NOIRE

  • É no sul da França que Christian Dior, apaixonado pelas flores, decide adquirir sua propriedade em 1951: o Château de la Colle Noire, situado em Montauroux, perto de Grasse, sublime residência com vista para as viçosas colinas em pleno coração do interior de Grasse.

    Foi essa propriedade que a Maison Dior escolheu para, hoje, restaurar e reatar-se com sua herança provençal.

A Rosa de Maio, musa de Dior Parfums

  • Charlize Theron conta a mágica história entre Dior e a Rosa de Maio, a essência dos perfumes Dior.

CHRISTIAN DIOR E A PROVENCE, TERRA DE INSPIRAÇÃO

  • A aquisição do Château de La Colle Noire por Christian Dior é o resultado de uma profunda afeição com o Sul provençal e a concretização de seu sonho de perfumista: como visionário, era ali que Christian Dior sonhava com as flores Dior para os seus perfumes. Esta propriedade era seu refúgio de paz, seu "verdadeiro lar": ele decora cada cômodo, desenha o jardim, supervisiona as obras. É onde ele abandona o seu traje de estilista para cultivar, em meio a canções de cigarras e a trilhas brancas de jasmim, a sua paixão pelas flores excepcionais. "Esta casa, eu queria fazer dela meu verdadeiro lar. " Christian Dior

O JARDIM DE UMA INFÂNCIA REENCONTRADA

  • Sob o sol provençal, o jardim que Christian Dior desenhou comporta reminiscências de sua infância na Normandia.

    "Eu poderia fechar o ciclo da minha existência e reencontrar, sob um outro clima, o jardim fechado que protegeu a minha infância." Christian Dior

    O Château de La Colle Noire é antes de tudo uma "casa-jardim", onde ele expressa livremente toda a sua paixão pelas flores. Desde o dia em que adquiriu esse castelo e as terras cultiváveis ao seu redor, Christian Dior não só plantou continuamente  hectares perfumados e viçosos de flores aromáticas, rosas de Maio e jasmim de Grasse, mas também campos repletos de oliveiras e árvores frutíferas.

    Enquanto estava em Paris, ele indagava-se sobre a floração, participava das vindimas, da fabricação de azeite de oliva, e multiplicava as suas visitas para acompanhar de perto o desenvolvimento de seu território.

    Christian Dior faz de sua propriedade o símbolo de um estilo de vida à francesa, ligada tanto à simplicidade quanto à convivialidade, convidando seus amigos para compartilhar de seu ideal de felicidade.

PERDURAR A VISÃO DE CHRISTIAN DIOR

  • Concentrando-se em reavivar o Château de la Colle Noire que ela adquire em 2013, a Maison Dior reaviva a sua história e as suas raízes, profundamente firmadas no Sul. Pacientemente e apaixonadamente restaurada de forma idêntica, La Colle Noire é exatamente como ele queria. Refinada e calorosa, cheia de vida e de beleza.

    Do parque ao espelho d'água, o Château de La Colle Noire renasce sob o sol provençal. Mil pés de rosas de Maio, videiras, oliveiras, amendoeiras - árvores muito apreciadas por Christian Dior - foram replantadas no jardim do Château. Suas flores preferidas ali estão: o lírio-do-vales e o lírio-do-nilo, a tulipa e a violeta, e principalmente, a Rosa de Grasse que reina no coração dos perfumes Dior.

    Parcerias foram estabelecidas com as produtoras da região, possibilitando o sonho visionário de Christian Dior: flores Dior para os perfumes Dior.

    O caráter provençal, perfumado, exaltante desse jardim, exatamente como Christian Dior queria, é agora recuperado.