savoir-faire autumn winter collection

Bordado de alta-costura

Aproveitando o savoir-faire único perpetuado pelo ateliê de Vermont em Paris, o bordado com fios metálicos realça os contornos de patchworks preciosos. Com uma elegância encarnada, um bordado feito inteiramente à mão reproduz o efeito de uma delicada guipura. Uma ode virtuosa à beleza do gesto.

©Melinda Triana    ©Vermont

©Sophie Carre    ©Vermont

Movimento

Celebrando a beleza e a arquitetura da natureza, as criações da Coleção de Alta-Costura Outono-Inverno 2021-2022 da Dior são inspiradas nas formas simétricas observadas em elementos como estratos geológicos, flocos de neve, penas e algas, além de fósseis vistos no microscópio. O virtuoso savoir-faire da plumasserie reinventa-se em um vestido inteiramente bordado//incrustado com cascatas de penas, transbordando leveza e delicadeza.

©Melinda Triana   ©Maison Lemarié

©Sophie Carre   ©Jean-Pierre Ollier

Tecidos preciosos

O fio, matéria-prima do tecido, ponto de partida da alta-costura e grande inspiração da coleção, está no coração do processo criativo de Maria Grazia Chiuri. A noção de tecelagem e o ato básico de cruzar e combinar elementos para criar uma estrutura dão forma a cada silhueta. Para essas peças excepcionais, os fios foram trabalhados um a um para compor efeitos materiais inovadores, com as contas inseridas manualmente no tear.

 

©Melinda Triana   ©Aurélia Leblanc

©Sophie Carre   ©Aurélia Leblanc

Ilusões ousadas

Nesta coleção, Maria Grazia Chiuri repensa a essência da alta-costura, transformando cada detalhe em uma pontuação virtuosa. Graças ao meticuloso trabalho com viés, o tecido se transforma em delicadas correntes que decoram os decotes. A trança envolve a própria estrutura dos vestidos e se integra ao plissado.

©Sophie Carre